Pesquisar:

Manipular o Tamanho da fonte!   

[quarta-feira, 6 de dezembro de 2017]

GALLO VAI RECORRER DA DECISÃO QUE INOCENTOU KATIA VARGAS "JUSTIÇA É SÓ PRA NEGRO E POBRE"

Gallo vai recorrer de decisão que inocentou Kátia Vargas: ‘Justiça é só para negro e pobre’
Os promotores Luciano Assis e Davi Gallo, responsáveis pela acusação contra a médica Kátia Vargas no Ministério Público da Bahia (MP-BA), afirmaram nesta quarta-feira (6) que irão recorrer da decisão que inocentou a oftalmologista pela morte dos irmãos Emanuel e Emanuelle Dias, após uma briga de trânsito na Avenida Oceânica, em 11 de outubro de 2013. Em entrevista, Gallo se disse “envergonhado” com a sentença e chamou os quatro jurados que inocentaram a médica de irresponsáveis. “O sentimento é de total indignação por absolver uma pessoa que cometeu um crime bárbaro. É um absurdo. Como baiano, me sinto envergonhado. Justiça nesse país só para negro e para pobre”, bradou para o telejornal BATV, da Rede Bahia. Já Luciano Assis disse que a decisão contrariou até o que tinha pedido a defesa. Mais cedo, os advogados da médica chegaram a pedir que, caso ela não fosse absolvida, recebesse condenação por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. “Foi uma decisão manifestamente contra os autos. Vamos interpor recurso e esperar que o Tribunal de Justiça seja acolhido”, afirmou. No julgamento, encerrado na noite desta quarta, Kátia foi inocentada por 4 votos a 3. Emanuel, de 21 anos, e Emanuelle, de 23, morreram após a moto em que estavam bater em um poste na Oceânica, em Ondina. Kátia era acusada de ter colidido o carro na motocicleta propositalmente, causando o trágico acidente.

Fonte: Bahia Noticias - Postagem: Flavinho Leone 

0 Comentários:

Postar um comentário

ATENÇÃO: SEU COMENTÁRIO SÓ SERÁ POSTADO DEPOIS QUE A NOSSA EQUIPE ANALISAR SE VOCÊ SEGUIU AS REGRAS DO SITE

ABAIXO TEMOS AS REGRAS PARA VOCÊ PODER COMENTAR EM NOSSO SITE:

>>>Não serão aceitos comentários que:<<<

-Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai.

-Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

-Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial



.

.

Ele Ficará Gravado em nosso Sistema para Segurança de Comentários e Recados!

.

.








Loading Flash movie...

.



Reformulado por:
FM Comunicação


Idealizador: Nildo é Show
arildoleone.com © 2017

tracker Departamento Comercial:
Arildo Leone: (75) 99114-3459
Copyright © 2007 | 2017
Todos os Direitos Reservados